Ouro e 2 bronzes em conjunto com Dove nos Prémios Lusófonos da Criatividade

LLYC
por
19 Dezembro 2022

A campanha realizada pela equipa LLYC Lisboa Consumer Engagement em conjunto com a Dove “De body shaming a Body Love” foi premiada na última edição dos Prémios Lusófonos da Criatividade, com Ouro na categoria Eficácia em Campanha de Relações Públicas; e dois Bronzes, nas categorias de Marketing de Relacional: Marketing Direto Experimental e “Social Media: Melhor Uso de Influenciadores Digitais”.

O projeto, lançado em maio deste ano, teve como objetivo alertar sobre o impacto do body shaming na autoestima feminina, causa intimamente ligada à marca que vem conquistando o território da “Real Beauty” desde 2004, garantindo que todas as mulheres desfrutem de uma experiência de beleza positiva.

Ser vencedora dos Prémios Lusófonos da Criatividade mostra a aposta da empresa na comunicação e na criatividade transformadora como cerne das suas campanhas, reforçando a posição da empresa nos países de língua oficial portuguesa.

Sobre o projeto:

Ciente de que o body shaming é um problema real que também afeta negativamente a confiança das mulheres, a Dove lançou “De body shaming a Body Love”, uma campanha internacional que foi adaptada ao mercado português, com o apoio da LLYC no desenvolvimento da estratégia. A campanha foi comunicada em duas fases, respondendo às necessidades de dois públicos-alvo distintos.

Primeira fase

Foram divulgados os resultados do estudo pioneiro realizado pela Dove sobre Body Shaming em Portugal, com o objetivo de sensibilizar para este problema. As conclusões do estudo revelaram números chocantes, quase dois terços das portuguesas (64%) já sofreram ou sofrem de insultos ao seu corpo.

Segunda fase

Depois de analisar este problema, foi necessário sensibilizar os consumidores para o Body Shaming através de exemplos reais que lhes permitissem vivenciar o que sentem as vítimas destes comportamentos. Assim, surgiu na Praça Central do Centro Comercial Colombo a exposição “De Body Shaming a Body Love”, onde foi exposto o testemunho real de 13 mulheres (6 delas, figuras públicas/influenciadoras), que aceitaram expor as injúrias que haviam recebido por causa da sua aparência física.

A exposição foi muito bem recebida, recebendo um total de 150.600 visitas. Sendo uma exposição interativa, os visitantes tiveram a oportunidade de deixar comentários positivos nas fotografias das 13 mulheres, contribuindo assim para transformar o body shaming em Body Love.

Queremos colaborar consigo

Procura resolver um desafio?

Quer fazer parte da nossa equipa?

Quer que participemos no seu próximo evento?