A LLYC ocupa o TOP 10 da assessoria de M&A a nível global, de acordo com a Mergermarket

LLYC
por
19 Janeiro 2023

A LLYC encerrou o ano de 2022 no TOP 10 a nível mundial de assessores de comunicação em M&A em termos de valor das operações, de acordo com os rankings oficiais publicados pela Mergermarket. Este feito foi alcançado graças ao número total de transações assessoradas pela empresa no ano passado, que ascendeu a 58, num montante global de 57 063 milhões de euros.

Entre as principais operações assessoradas, encontram-se a aquisição pela Ocean 14 Capital de parte da Tilabras, o maior produtor de tilápia sustentável no Brasil, a aquisição pela Advent International no México de uma participação maioritária no Neoris e a aquisição pela Vauban e pelo Crédit Agricole de 45% da rede de fibra rural da Telefónica em Espanha.

Ranking Global

Liderança global da FGS, parceiros internacionais da LLYC

Importa também destacar a liderança global da FGS, consultora de comunicação internacional à qual a LLYC está associada e que com ela desenvolve projetos transfronteiriços. A empresa encerrou 2022 como número 1 a nível mundial, tanto em termos do número de operações (322) como de valor (657 099 milhões de euros), uma posição de destaque também alcançada a nível europeu e em países-chave como o Reino Unido, a Alemanha e os Estados Unidos.

Em colaboração com a FGS e as suas empresas associadas, a LLYC assessorou algumas das operações mais destacadas do ano, tais como a OPA da Siemens Energy sobre a Siemens Gamesa ou a OPA lançada pela Edizione e pela Blackstone sobre a Atlantia.

“O ano 2022 foi positivo para LLYC que, apesar do contexto incerto, se consolidou como o assessor de referência para operações de M&A altamente complexas que requerem a participação de especialistas de diferentes áreas e com uma forte componente internacional”, explicou Luis Guerricagoitia, Director Sénior da área de Comunicação Financeira da LLYC. “Embora continuemos a enfrentar um cenário marcado por perturbações que ainda abrandam o mercado, estamos confiantes de que o elevado nível de liquidez existente e o interesse dos grandes fundos internacionais permitirão a reativação da atividade ao logo do ano de 2023”, afirmou.

Queremos colaborar consigo

Procura resolver um desafio?

Quer fazer parte da nossa equipa?

Quer que participemos no seu próximo evento?