A LLYC lança a área de European Affairs

LLYC
por
14 Outubro 2022

Após o sucesso do lançamento da Unidade Next Generation EU, a LLYC aposta no crescimento dos seus serviços de âmbito europeu com o lançamento da área European Affairs. Este novo departamento, enquadrado na área de Assuntos Públicos da empresa, especializar-se-á no contexto institucional e legislativo da União Europeia e nas suas ligações com as políticas públicas nacionais e globais. Através da serviços de análise e informação política, acompanhamento da regulamentação e posicionamento corporativo no âmbito das instituições da UE, a LLYC ajudará os seus clientes a compreenderem melhor o contexto europeu e a posicionarem-se com sucesso numa arena mundial cada vez mais complexa.

Paloma Baena Olabe, que dirige a Unidade Next Generation EU da LLYC, assume a liderança da área European Affairs. Contará com o apoio de Pablo García-Berdoy, antigo Representante Permanente de Espanha junto da União Europeia (REPER), que se junta ao novo departamento como Principal Advisor.

Baena, diplomada na escola de governo da Universidade de Harvard, juntou-se à consultora em dezembro de 2020 no seu Conselho Consultivo. É especialista em governança e sustentabilidade, políticas públicas e desenvolvimento económico. Na qualidade de quadro de chefia na OCDE, no Banco Mundial e no Banco Interamericano durante mais de uma década, assessorou governos e empresas ao nível do desenvolvimento de projetos de parcerias público-privadas e da negociação de acordos internacionais no âmbito do Conselho da OCDE ou do G20. Foi diretora global de governança da Save the Children International, onde liderou a transformação da sua governança corporativa, e administradora para as alianças estratégicas na Clarity AI, especializada em tecnologia para a sustentabilidade. É membro do Conselho Consultivo da Adevinta Spain, curadora da Fundação Robert F. Kennedy para os direitos humanos e professora adjunta na IE School of Global and Public Affairs.

García-Berdoy passou grande parte da sua carreira no âmbito europeu. Diplomata desde 1987, assumiu várias responsabilidades na Secretaria de Estado para a União Europeia, incluindo a de conselheiro para as relações com os países da Europa Central e Oriental e Chefe de Gabinete do Secretário de Estado. Foi Conselheiro para os Assuntos Europeus na Embaixada de Espanha em Bona, membro da presidência do grupo de reflexão sobre o futuro da Europa e conselheiro destacado no departamento europeu do Ministério dos Negócios Estrangeiros alemão. Foi Diretor-Geral para os Assuntos Europeus no Ministério dos Negócios Estrangeiros e Embaixador de Espanha na Roménia e na Moldávia. Em 2010 lançou o Aspen Institute em Espanha, do qual foi o primeiro secretário-geral. De 2012 a 2016, foi Embaixador de Espanha na Alemanha. Em dezembro de 2016, foi nomeado Embaixador Representante Permanente junto da União Europeia (REPER), cargo que deixou no verão de 2021. Posteriormente, exerceu funções de docente de política europeia na American University de Washington.

Joan Navarro, sócio e administrador para os Assuntos Públicos da LLYC, afirmou: “Estamos perante a maior integração de competências dos últimos anos. Não existe nenhuma decisão de uma Comunidade Autónoma que afete um setor produtivo que antes não tenha sido discutida em termos globais no Parlamento Europeu ou na Comissão. Conhecer estes debates e participar neles é tão relevante hoje, tanto a nível europeu como nacional”.

“A Europa assumiu nos últimos anos uma posição de liderança ambiciosa e transformadora, com objetivos e financiamento a longo prazo que conduzem a um crescimento regulamentar exponencial. Neste contexto, a palavra-chave é a antecipação. Só conhecendo, compreendendo e contribuindo construtivamente para a agenda regulatória e de políticas públicas europeias poderemos ser intervenientes-chave na sua definição e desenvolvimento, e não meros executores das mesmas”, afirmou Paloma Baena.

Para Pablo García-Berdoy: “A perspetiva empresarial e social é um aspeto fundamental da integração europeia. Os agentes económicos e sociais devem conhecer os processos europeus e desenvolver as suas estratégias tendo sempre em mente a atividade ao nível da regulamentação e do investimento da União Europeia”.

Queremos colaborar consigo

Procura resolver um desafio?

Quer fazer parte da nossa equipa?

Quer que participemos no seu próximo evento?