Brasil 2014: Os Riscos e Ameaças aos Protagonistas de uma Eleição em Transformação

LLYC
por
18 septiembre 2014

A candidatura de Marina Silva pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), em substituição ao ex-candidato Eduardo Campos, concentra sua força não só no impacto trágico do acidente aéreo que vitimou Campos. Marina parece se mostrar como uma autêntica alternativa à dicotomia entre o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), que se alternaram na Presidência da República nos últimos 20 anos. Ainda assim, há um questionamento pré-eleições relacionado à consistência da candidatura, propostas e capacidade de mobilização da ex-Ministra do Meio Ambiente.

Na análise que realizamos sobre os riscos e oportunidades apresentadas pelos candidatos a partir das menções mais impactantes no Twitter, podemos perceber que algumas dimensões de reputação como responsabilidade e gestão aparecem com um teor bastante crítico para os três candidatos.

Marina apresenta uma boa oportunidade de posicionamento reputacional em sua dimensão de influência. É vista de maneira positiva como uma protagonista social, política e econômica. Mais uma demonstração de que sua crescente exposição no cenário pré-eleitoral pode ser uma força, já que é a candidata que conta com o maior percentual de menções entre os perfis influentes na plataforma de microblog.

Indicamos neste estudo tendências, temas de relevância para o cidadão e o grau de percepção positiva, ou negativa, que o eleitorado brasileiro tem mencionado para pautar as conversas no Twitter e gerar os percentuais de preferência mostrados a cada nova pesquisa de intenção de voto.

Accede al contenido

Informe anual LLYC 2018

Descubre el ESPECIAL FORBES

LOS DESAFÍOS DEL CEO 2019.

Accede al nuevo informe de ideas

Los 100 días de piñera

Queremos colaborar contigo.

¿Buscas ayuda para gestionar un desafío?

¿Quieres trabajar con nosotros?

¿Quieres que participemos en tu próximo evento?