Jordi Sevilla se reincorpora a LLYC como Diretor de Contexto Econômico

LLYC
por
1 setembro 2020

LLYC anunciou a reincorporação de Jordi Sevilla como sênior advisor e diretor da Área Contexto Econômico, cargo que, até esta data, ocupava Román Escolano, que empreende um novo caminho profissional como Group Chief Risk Officer do Banco Europeu de Investimentos.

Em sua primeira etapa na firma (2016-2018), Jordi Sevilla se incorporó ao equipo da oficina de Madrid para colaborar com Assuntos Públicos e desenvolver e coordenar uma nova área de especialidade, Contexto Econômico; focada em ajudar aos clientes a entender melhor o que acontece em seu entorno econômico, antecipar o que pode acontecer e a saber reagir diante de uma realidade mutante, de maneira que possam tomar as melhores decisões para seu negócio. Ao longo desses dois anos conseguiu dar um forte impulso à visibilidade da LLYC como empresa no âmbito econômico, ademais de posicioná-la como fonte de informação no negócio.

Após sua passagem pela presidência de Red Eléctrica de Espanha de 2018 a 2020, Jordi Sevilla retoma sua atividade na LLYC para seguir impulsando a Área Contexto Econômico. Uma área que nestes dois anos, com Román Escolano à frente, seguiu consolidando a LLYC como um referente nesta matéria.

Em palavras de Joan Navarro, sócio e vice-presidente de Assuntos Públicos, “foi um privilégio haver podido contar com Jordi e com Román para lançar e consolidar a área de especialidade de Contexto Econômico que, em poucos anos, se converteu em uma referência no âmbito da consultoria de informação econômica. Nos alegra enormemente poder voltar a contar com a experiência e conhecimento excepcionais de Jordi Sevilla, e agradecemos a Román a contribuição do extraordinário valor agregado, desejando-lhe o melhor em sua nova etapa profissional”.

Duas referências no âmbito político e econômico espanhol nas últimas décadas

Jordi Sevilla, com uma trajetória profissional de mais de vinte anos, pertence ao Corpo Superior de Técnicos Comerciais e Economistas do Estado, tendo desempenhado distintos cargos na Administração. Foi chefe de gabinete do ministro de Economia e Fazenda no período de 1993 a 1996. Com posterioridade, foi nomeado ministro de Administrações Públicas (2004-2007), época na qual aprovou a Lei de Administração Eletrônica e o Estatuto Básico do Funcionário Público. Foi responsável da equipe econômico de Pedro Sánchez em sua etapa de candidato à Presidência do Governo. Além disso, foi deputado durante dez anos, porta-voz de economia no Congresso e presidente da Comissão da Mudança Climática. Em 2009 deixou seu assento para trabalhar durante seis anos como sênior counselor da PwC, assessorando a empresas e a administrações e dirigindo o projeto ‘Espanha 2033’.

Román Escolano, com uma trajetória profissional de mais de vinte anos, é economista e pertence ao Corpo Superior de Técnicos Comerciais e Economistas do Estado, havendo desempenhado distintos cargos na Administração pública. Foi diretor do Departamento de Economia do gabinete do presidente do governo no período de José Maria Aznar, de 2000 a 2004. Com posterioridade, foi diretor de Relações Institucionais no BBVA (2005-2011), presidente do Instituto de Crédito Oficial (2012-2014) e vice-presidente no Banco Europeu de Investimentos (BEI) (2014-2018). Seu último cargo, antes de incorporar-se a LLYC em 2018, foi como ministro de Economia, Industria e Competitividade no governo de Mariano Rajoy.

CONHEÇA NOSSAS PROPOSTAS

EMBRACE THE NEW NORMAL.

Accede al nuevo informe de ideas

Los 100 días de piñera

Queremos colaborar com você

Qual o seu desafio?

Quer fazer parte da nossa equipe?

Quer nossa participação no seu próximo evento?